Table of Contents Table of Contents
Previous Page  34 / 92 Next Page
Information
Show Menu
Previous Page 34 / 92 Next Page
Page Background

empresa, aceitando cada vez mais res-

ponsabilidade e, desta forma, passam

a conceber a melhoria contínua exigida

pelo grupo.

EMPREGADOR ATRAENTE

Outra característica de destaque, é

o cuidado que a empresa tem com o

funcionário. Segundo Klaus Fischer: “O

maior capital e o fator mais importan-

te de sucesso na nossa empresa são os

funcionários qualificados e motivados –

não os equipamentos e edificações”. Por

acreditar nisso, a Fischer adotou diversas

iniciativas em apoio ao desenvolvimento

profissional e pessoal de seus colabora-

dores. Enquanto a “Bolsa de Talentos de

Gestão” prepara os participantes para

uma carreira na área administrativa,

a “Bolsa de Talentos de Especialistas”

apoia os colaboradores que querem

enveredar pela carreira especializada. A

“Bolsa de Talentos Júnior”, recentemente

implementada na empresa, oferece uma

qualificação complementar abrangen-

te e generalizada aos recém-formados,

com pouca experiência profissional, que

recebem orientação sobre o percurso

profissional (carreira administrativa ou

carreira especializada) que poderá ser o

mais acertado para o seu futuro.

A Fischer Brasil, que atua exclusiva-

mente com sistemas de fixação Fischer,

recentemente passou por um processo

de reestruturação sob gestão do novo

Presidente, Marcos Ellert, que há dois

anos está no comando da operação bra-

sileira. O executivo mudou a estratégia e

o modelo de negócio, trocou as lideran-

ças e implementou novas áreas.

Dentre as suas iniciativas, ele criou a

área de gestão de pessoas, deixando as

contratações mais assertivas. “Se quería-

mos profissionais comprometidos com

o novo rumo do negócio, precisaríamos

das pessoas certas e devidamente trei-

nadas e capacitadas no nosso novo mo-

delo”, explicou Ellert.

Toda equipe comercial passou a con-

tar complano de carreira, um sistema de

comissão mais vantajoso e uma agen-

da de capacitação e desenvolvimento.

A empresa instituiu a Fischer Akademie,

um espaço voltado a treinamento tanto

dos seus vendedores quanto de técnicos,

engenheiros e arquitetos parceiros.

Também foi implementado progra-

ma de desenvolvimento de lideranças,

alémde ações para estimular a melhoria

do atendimento que os profissionais do

escritório prestam ao time de vendas.

Todas as iniciativas fizeram comque a

empresa aumente o seu poder demanter

seus talentos. De dois anos para cá, o

turnover da Fischer Brasil baixou de 85%

paramenos de 20%, índice registrado em

subsidiárias com estruturas comerciais

atémais sólidas que a brasileira, segundo

o Executivo. Sob nova liderança, um time

mais engajado, entre outras iniciativas, a

Fischer Brasil comapoio damatriz alemã,

voltou a ocupar seu espaço no mercado,

tirando a empresa da rota da crise.

INFRAESTRUTURA CORPORATIVA

O maior capital e o

fator mais importante

de sucesso na

nossa empresa

são os funcionários

qualificados e motivados

– não os equipamentos

e edificações

Klaus Fischer

, CEO da Fischer